Cinco oficinas culturais estão sendo realizadas durante o “Caminhos do Frio” em Solânea.

Caravana de Alagoa Grande realiza intercâmbio cultural e participa da oficina de artesanato biscuit.

Desde a última terça-feira estão ocorrendo oficinas de Danças Populares, Teatro e de Artesanato Biscuit durante a programação do “Caminhos do Frio em Solânea”. Ontem (25) iniciou a Oficina de Pandeiro e amanhã (27) acontece a Oficina de Rapel, no Ginásio Adauto Silva. Os interessados em realizar inscrição podem entrar em contato pelo número (83) 993272060.

Cerca de 20 alunos participaram da Oficina de Artesanato Biscuit, que ocorreu no Grêmio Morenense desde a última terça (23) e foi ministrada pelas as artesãs da Atus (Associação Turística e de Artesanato de Solânea). Devido a procura uma segunda turma com 15 alunos foi aberta para intercambio cultural com alunos que vieram de Alagoa Grande.

Para o prefeito de Solânea, Kayser Rocha, essa é uma oportunidade de concretização dos trabalhos e estímulo para os alunos das oficinas. “As Oficinas são muito importantes para integração, a concretização dos trabalhos do que está sendo ensinado aos alunos e alunos. É muito bom vê a comunidade participando e podendo colher frutos”, avaliou.

Artesanato de Solânea estimula economia e é ensinado em intercâmbio.

A artesã e vice-presidente da Atus, Dione Costa, que ministrou a oficina, contou que depois que ficaram familiarizadas com o material as alunas produziram bonecos “biscuit Jackson do Pandeiro” e no último dia montaram um porta chaves do “sapinho moreno”, nome dado ao sapo produzido por elas. “Foi um desafio para mim, mas as dificuldades foram superadas durante as aulas. Muitas alunas saíram dizendo que irão aperfeiçoar o que já fazem para comercializar os biscuits”, relatou a aluna Cláudia Vanessa que participou da Oficina.

Fotos Clemilson Santos e Erika Castro

COMPARTILHAR