Durante o mês do “Setembro Amarelo” Caps I, de Solânea, realiza campanha e divulga suas atividades.

No mês do “Setembro Amarelo” o Centro de Atenção Psicossocial (Caps I) de Solânea, vem realizando uma programação direcionada para os temas saúde mental e suicídio. Durante toda semana passada (09 a 13) o Caps promoveu uma campanha de combate ao suicídio com o tema “NÃO ao Suicídio”.  E durante este mês o Centro está realizando divulgação das suas atividades e serviços.

Na programação da Semana “NÃO ao Suicídio”, aconteceram apresentações sobre o funcionamento e trabalho do Caps I, peça teatral aberta ao público sobre o tema suicídio, palestra e oficina de artesanato para pacientes com estímulo a produção artesanal e aperfeiçoamento com os profissionais de saúde que trabalham nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Na sexta-feira (13), pacientes das oficinas terapêuticas, promovidas pela prefeitura, e o público em geral participaram de uma palestra motivacional e de um louvor de encerramento. “Este é um tema extremamente atual e precisamos apoiar e divulgar não somente no Setembro Amarelo. Foi uma semana intensa de trabalhos pela valorização da vida e cuidados com a saúde mental da nossa população” disse o prefeito Kayser Rocha.

Na última quinta-feira (12) a coordenação e equipe de enfermagem realizaram um aperfeiçoamento em relação ao tema saúde mental direcionado aos profissionais de saúde. “Foi uma manhã muito produtiva, trocamos informações, conhecimentos e realizamos grupos de trabalho buscando melhorar nossos serviços nessa área” contou a enfermeira Josimery Lopes.

Como funciona o Caps I

O Caps I é responsável pelo atendimento de pessoas com problemas ligados à saúde mental com o objetivo de recuperação e reintegração social do paciente à família e comunidade. O Centro possui uma equipe multidisciplinar que realiza atendimentos desde a recepção e acolhimento dos pacientes até atividades coletivas e individuais, além do tratamento médico. O diretor do Caps, Danilo Fernandes, explicou que o Centro possui uma equipe multiprofissional de enfermeiros, psicólogos, psiquiatra, equipe de acolhimento, de apoio e motorista. Para oferecer toda a estrutura necessária aos pacientes. “Além de acompanharmos pessoas com transtornos mais acentuados, realizamos também atendimentos de casos depressivos e transtornos leves. Por isso, nossa preocupação em divulgarmos o nosso trabalho e realizarmos essa campanha. Estamos disponíveis para população entender e buscar nossos serviços em busca de uma melhor qualidade de vida”, explicou. No Caps são realizados atendimentos psicológicos todas as segundas, quartas e quintas-feiras das 07h30 às 17h00 com as psicólogas Bernadete Simão e Aderlane Maia. O local é aberto ao público, no mesmo horário, de segunda a sexta-feira.

 Abaixo saiba a agenda de atendimentos.

Psicológico: Segundas, quartas e quintas;
Enfermagem: Segunda à Sexta;
Oficinas pedagógicas e terapêuticas: Segunda, quarta, quinta e sexta;
Assistência Social: Terça, quarta e sexta.

COMPARTILHAR