Autor: Assessoria de Comunicação

Em Solânea, população é ouvida em audiências públicas para elaboração de Plano de Saneamento Básico.

Aconteceram nas últimas segunda e terça (30 e 31) audiências públicas descentralizadas  para elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico de Solânea.  A ação foi uma parceria entre a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e o Governo de Solânea, através da Secretaria de Meio Ambiente. “Esse é um […]

01/09/2021 15h15 Atualizado há 1 ano atrás

Aconteceram nas últimas segunda e terça (30 e 31) audiências públicas descentralizadas  para elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico de Solânea.  A ação foi uma parceria entre a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e o Governo de Solânea, através da Secretaria de Meio Ambiente.

“Esse é um momento importante para a população indicar os problemas de saneamento enfrentados no seu dia a dia. Temos feito muito, mas ainda há bastante a fazer e ouvir a necessidade do cidadão é uma necessidade”, avaliou o prefeito de Solânea Kayser Rocha, que participou da audiência de abertura no cineteatro.

O objetivo das audiências foi escutar a população para elaboração do plano nas áreas de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e gestão dos resíduos sólidos. Através da avaliação técnica e acolhimento da opinião da população sobre os temas está sendo elaborado o plano de saneamento. “Vamos estabelecer diretrizes e planos de ação necessários para a universalização do saneamento. Solânea sai na frente nesse planejamento, que é essencial para pleitear recursos juntos aos governos para a realização das ações previstas no plano” , explicou a coordenadora do projeto pela UFCG, Patrícia Feitosa. Depois de finalizado o plano será encaminhado para avaliação e aprovação da Câmara Municipal.

Audiências públicas descentralizadas

As audiências aconteceram de forma descentralizada no Cineteatro Jacob Soares e Escola Municipal Evandro Soares para as comunidades e bairros centrais. E nas escolas municipais João Soares e Padre Ibiapina para as comunidades rurais. Durante as reuniões, a população foi ouvida e foram realizadas pesquisas individuais através de questionários sobre os temas avaliados. Uma equipe volante realizou análises técnicas durante os dias de audiências para contribuição técnica ao plano.

 


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support